São denominados verbos regulares todos aqueles verbos que não sofrem alterações em seu radical ao serem conjugados. Outra característica dos verbos regulares é que eles mantêm a mesma desinência do verbo paradigma (modelo), ou seja, terminado em AR (paradigma da primeira conjugação), ER (paradigma da segunda conjugação) ou IR (paradigma da terceira conjugação).

Para compreendermos melhor:

  • Radical: trata-se da parte principal da palavra, onde reside seu significado. Assim, CANT- é o radical do verbo CANTAR, por exemplo.
  • Desinência: trata-se da parte final da palavra e, no caso dos verbos, indica número (singular ou plural), pessoa (primeira, segunda ou terceira), modo (indicativo, subjuntivo ou imperativo) e tempo (pretérito, presente ou futuro).

Confira o exemplo:

O verbo falar (radical: fal-) não tem o seu radical modificado ao ser conjugado em qualquer pessoa e tempo: faleifalassem, falariam.

Quando os verbos amar (1ª conjugação), vender (2ª conjugação) e partir (3ª conjugação) são conjugados, um modelo é seguido. Desta forma, quando o radical é substituído, temos as terminações de número, tempo, pessoa e modo válidas para a maior parte dos verbos.

Conjugação do verbo regular amar: (radical: am-)

Modo indicativo

  • Pretérito perfeito: amei, amaste, amou, amamos, amastes, amaram.
  • Pretérito imperfeito: amava, amavas, amava, amávamos, amáveis, amavam.
  • Pretérito mais-que-perfeito: amara, amaras, amara, amáramos, amáreis, amaram.
  • Presente: amo, amas, ama, amamos, amais, amam.
  • Futuro do presente: amarei, amarás, amará, amaremos, amareis, amarão.
  • Futuro do pretérito: amaria, amarias, amaria, amaríamos, amaríeis, amariam.

Conjugação do verbo regular vender: (radical vend-)

Modo indicativo

  • Pretérito perfeito: vendi, vendeste, vendeu, vendemos, vendestes, venderam.
  • Pretérito imperfeito: vendia, vendias, vendia, vendíamos, vendíeis, vendiam.
  • Pretérito mais-que-perfeito: vendera, venderas, vendera, vendêramos, vendêreis, venderam.
  • Presente: vendo, vendeste, vende, vendemos, vendeis, vendem.
  • Futuro do presente: venderei, venderás, venderá, venderemos, vendereis, venderão.
  • Futuro do pretérito: venderia, venderias, venderia, venderíamos, venderíeis, venderiam.

Conjugação do verbo regular partir: (radical part-)

Modo indicativo

  • Pretérito perfeito: parti, partiste, partiu, partimos, partistes, partiram.
  • Pretérito imperfeito: partia, partias, partia, partíamos, partíeis, partiam.
  • Pretérito mais-que-perfeito: partira, partiras, partira, partíramos, partíreis, partiram.
  • Presente: parto, partes, parte, partimos, partis, partem
  • Futuro do presente: partirei, partirás, partirá, partiremos, partireis, partirão.
  • Futuro do pretérito: partiria, partirias, partiria, partiríamos, partiríeis, partiriam.

Exercícios resolvidos

Exercício 1 – Analise os enunciados abaixo e assinale a alternativa que apresenta um verbo regular.

A) Reflito, todos os dias, sobre a minha existência.

B) Desisto de buscar respostas para as minhas dúvidas.

C) Durmo mal todas as noites da minha triste vida.

D) É incrível que eu ainda perca tempo com você.

E) Não lhe peço muito, meu amor, só aquilo que é justo.

Resolução

Alternativa B. O verbo “desistir” é um verbo regular.

Exercício 2 – Leia este trecho do romance Recordações do escrivão Isaías Caminha, do escritor pré-modernista Lima Barreto:

Trazia na mão esquerda um caniço que distendia um arame de pescaria; com a direita, auxiliado por uma varinha, vibrava dolentemente a corda, enquanto balbuciava qualquer coisa. Ia de grupo em grupo, tangendo o seu monocórdio extravagante. Cantava talvez uma ária de uma extravagante beleza, certamente só percebida por ele e feita pela sua alma para a sua alma… Tocava e esperava esmolas. Em todas as fisionomias, havia decerto piedade, comiseração, e mais alguma coisa que não me foi dado perceber. Era constrangimento, era não sei o quê…

O preto tinha os pés espalmados e, com a cecidez e a velhice, andava de leve, sem quase tocar no chão, escorregavadeslizava — era como uma sombra…

Sob aquele sol muito forte, à rebrilhante luz daquela manhã de verão, por entre tanta gente rica e forte, aquele seu instrumento infantil, a puerilidade da música, o seu aspecto de sombra, juntavam-se para dar um relevo cortante à sua miséria e à sua fragilidade… Ele, com a sua resignação e miséria, e o sol, com a sua força e indiferença, tinham um certo acordo oculto, uma relação entre si quase perfeita. O negro ia… Ia tocando já sem forças a plangente música das recordações do adusto solo da África, da vida fácil de sua aringa e do cativeiro semissecular!

Analise os verbos em destaque e marque a alternativa que apresenta APENAS verbos irregulares extraídos do texto.

A) Trazia, distendia, vibrava.

B) Balbuciava, ia, cantava.

C) Tocava, esperava, havia.

D) Foi, era, tinha.

E) Escorregava, deslizava, juntavam-se.

Resolução

Alternativa D. Dos verbos em destaque, são irregulares: “foi”, “era”, “tinha”.

Videoaulas

Referências:

www.todamateria.com.br/verbos-regulares

brasilescola.uol.com.br/gramatica/verbos-regulares.htm

Comente