Os verbos apresentam flexão em voz. As vozes do verbo, ou verbos verbais, apresentam flexão em voz e são responsáveis por indicar se o sujeito gramatical é o agente ou o paciente da ação verbal, ou seja, se pratica ou se sofre a ação.

Há três vozes verbais na Língua Portuguesa: voz ativa, voz passiva e voz reflexiva.

Voz ativa: Eu vi a moça no shopping.
Voz passiva: A mola foi vista por mim.
Voz reflexiva: Eu vi-me ao espelho.

Voz ativa

Utilizada quando o sujeito gramatical pratica a ação verbal, a voz ativa indica que o sujeito gramatical é o agente da ação.

Frases na voz ativa

  • Eu degustei o menu da festa.
  • Meu primo mudou-se para Ubatuba.
  • Os alunos fizeram a lição de casa.

Voz passiva

A voz passiva é utilizada quando o sujeito gramatical sofre a ação verbal. Desta forma, ela serve para indicar que o sujeito gramatical é o paciente de uma ação que é praticada pelo agente da passiva. 

De acordo com o processo de formação, a voz passiva pode ser classificada em voz passiva analítica e voz passiva sintética.

Voz passiva analítica

Na voz passiva analítica, as frases apresentam a seguinte estrutura:
sujeito paciente + verbo auxiliar + particípio + preposição + agente da passiva

Frases na voz passiva analítica:

  • O boné foi encontrado pelo meu filho.
  • O sanduíche foi comido por mim.
  • Os cadernos foram devolvidos aos alunos.

Voz passiva sintética

Na voz passiva sintética, as frases apresentam a seguinte estrutura:
verbo transitivo + pronome se + sujeito paciente

Frases na voz passiva sintética:

  • Encontrou-se o boné.
  • Comeu-se o sanduíche.
  • Devolveram-se os cadernos.

Voz reflexiva

Utilizada quando o sujeito gramatical pratica e sofre a ação verbal, a voz reflexiva indica que o sujeito gramatical é ao mesmo tempo o agente e o paciente da ação. Apresenta um pronome oblíquo reflexivo (me, te, se, nos, vos, se) que atua como objeto de um verbo na voz ativa.

A voz reflexiva é considerada recíproca quando dois sujeitos que praticam e sofrem a ação um do outro estão presentes.

Frases na voz reflexiva

  • Ela se feriu com a faca.
  • Alimento-me sempre da maneira mais saudável possível.
  • Elas olharam-se por um longo tempo.

Como se dá a conversão da voz ativa na voz passiva?

Quando há a passagem da voz ativa para a voz passiva ocorrem algumas mudanças.

Conversão da voz ativa na voz passiva analítica

  • O sujeito se transforma em agente da voz passiva.
  • O objeto direto se transforma no sujeito da voz passiva.
  • O verbo transitivo se transforma em locução verbal.

Exemplo de conversão da voz ativa na voz passiva analítica:

Voz ativa: O funcionário pediu aumento de salário ao seu chefe da empresa.

O sujeito (o funcionário) passa para agente da passiva (pelo funcionário).
O objeto direto passa para sujeito da passiva (o aumento de salário).
O verbo transitivo (pediu) passa para locução verbal (foi pedido).

Voz passiva analítica: O aumento de salário foi pedido pelo funcionário ao seu chefe da empresa.

Conversão da voz ativa na voz passiva sintética

  • O objeto direto se transforma no sujeito da passiva.
  • O sujeito se transforma na partícula apassivadora se.
  • Não há agente da passiva e o verbo transitivo mantém-se.

Exemplo de conversão da voz ativa na voz passiva sintética:

Voz ativa: O diretor alterou o horário de funcionamento da empresa.

O objeto direto passa para sujeito da passiva (o horário de funcionamento da empresa).
O sujeito (o diretor) passa para partícula apassivadora (se).
Não há agente da passiva e o verbo transitivo mantém-se.

Voz passiva sintética: Alterou-se o horário de funcionamento da empresa.

Videoaulas

www.conjugacao.com.br/vozes-verbais/

www.todamateria.com.br/vozes-verbais/

1 thought on “Vozes verbais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *