A vírgula trata-se de um sinal pontuação que marca uma pequena pausa, tendo como finalidade separar termos dentro de uma oração e orações dentro de um período, sejam elas com mesma função sintática ou com funções sintáticas diferentes.

Elementos com a mesma função sintática

Elementos coordenados em enumerações que apresentam a mesma função sintática, quando não são separados pelas conjunções e, ou, nem, são separados por vírgulas. Por exemplo:

  • João, Vitória e Ana Maria foram promovidos pelo diretor da transportadora.
  • Vou comprar farinha, manteiga, ovos, leite, canela e açúcar para fazer biscoitos.

Elementos com diferentes funções sintáticas

Os elementos com função sintática diferente são separados por vírgulas, que os isolam e os realçam.

O aposto e outros elementos explicativos são isolados por vírgula. Por exemplo:

  • Allan, o mais novo do grupo, foi acampar no verão.
  • Valéria, a vizinha do andar de cima, está viajando para a praia.

O vocativo é separado por vírgula, inclusivamente o vocativo inicial de cartas e comunicações.

  • Ó Reginaldo, você pode parar com essa tristeza toda?
  • Venha, Mônica, está na hora de acordar.
  • Prezadas senhoras,

Os advérbios sim e não, quando iniciam uma oração dando uma resposta, se referindo à oração anterior, também são separados por vírgula.

  • Não, vocês não podem contar com o auxílio dela.
  • Sim, será possível concluir esse trabalho dentro do prazo.

Numa data, a vírgula isola o nome do lugar.

  • Ouro Preto, 10 de janeiro de 2019.
  • Ubatuba, 28 de março de 2021.

Um elemento pleonástico que vem antes do verbo também é isolado por vírgula.

  • Os salgadinhos do aniversário, minha mãe os buscará hoje.
  • Os mais espertos, o sargento os receberá com um discurso motivador.

A vírgula também isola o adjunto adverbial no início ou meio da oração, sendo dispensável quando o adjunto adverbial for apenas um advérbio.

  • Calmo e discretamente, ele chegou aonde queria.
  • Ela, calma e discretamente, convenceu de que estava certa.
  • Meu pai jamais deixará de viver no litoral.

Os elementos repetidos também são isolados por vírgula.

  • Estou sentindo muita, muita, muita felicidade!
  • A vitória será dele, dele, dele!

A vírgula indica ainda supressão de uma palavra, geralmente do verbo.

  • Ela tomou suco de maracujá; eu, de laranja.
  • Tenho aulas de tarde; minha irmã, de manhã.

Expressões intercaladas na oração também são isoladas por vírgula, como: além disso, contudo, por exemplo, logo, enfim, entretanto, todavia…

  • Os alunos, entretanto, não estudaram para a prova.
  • Será necessária, por exemplo, uma nova batedeira.

Como a vírgula é usada na separação das orações dentro de um período?

As orações coordenadas assindéticas são separadas por vírgulas, ou seja, orações que não estão ligadas por meio de conjunções, e sim através de uma pausa.

  • Minha filha não quer namorar, nem casar, nem ter filhos.
  • Quer aproveitar a vida, viajar mais, conviver com a família, ser feliz.

A vírgula também é usada para separar as orações coordenadas sindéticas, ou seja, orações que têm ligação por meio de conjunções, quando não introduzidas pela conjunção e.

  • Ora você gosta dela, ora não gosta.
  • Eu queria ir ao aniversário, mas meu pai não deixou.

Orações intercaladas são isoladas por vírgulas, bem como as orações subordinadas adjetivas explicativas.

  • O fundamental, destacou a professora, é que realizem o teste com calma e concentração.
  • Meu irmão, que sempre foi meu melhor amigo, não consegue compreender meus problemas atuais.

Orações subordinadas adverbiais antepostas são separadas por vírgula, bem como orações reduzidas do gerúndio, particípio e infinitivo que equivalem a orações adverbiais

  • Se fizer sol, iremos ao clube.
  • Fazendo sol, iremos ao clube.

Quando fazer uso da vírgula antes da conjunção e?

O uso da vírgula antes da conjunção “e” pode acontecer quando:

1. A conjunção “e” for utilizada repetidamente para transmitir ênfase.

  • O faxineiro aspirou, e limpou, e consertou, e arrumou, e organizou todo o estabelecimento.
  • Deus criou o mundo, e a natureza, e os animais, e o homem, e a mulher.

2. As orações coordenadas apresentarem sujeitos distintos.

  • Pedro fez a pizza, e Allan saiu para comprar o refrigerante.
  • Ela permaneceu na empresa, e ele foi se aventurar Brasil afora.

3. A conjunção “e” não transmitir uma noção de adição, mas sim um valor diferente.

  • Ela agiu de modo exemplar, mas mesmo assim não teve o merecido reconhecimento.
  • Eu segui uma dieta rigorosa, e ainda assim não consegui emagrecer.

Quando o uso da vírgula não deve acontecer?

Quando se encontram seguidos na oração, os elementos principais dela nunca são separados por vírgulas. Ou seja, o uso vírgula não ocorre entre o sujeito e o predicado, entre o verbo e seus objetos, entre o objeto direto e o objeto indireto,…

  • Ângela deu um cachorro ao sobrinho.
  • A filha comprou uma casa na praia para a família.

Videoaulas

Referências:

www.normaculta.com.br/virgula

www.unificado.com.br/como-usar-a-virgula-corretamente-nos-seus-textos/

Comente