Nas normas gramaticais da Língua Portuguesa, os parônimos tratam-se de palavras que se assemelham na pronúncia e na escrita, porém cujos significados são distintos. A área da semântica responsável pelos estudos dos parônimos é denominada Paronímia

Devido à grafia e/ou ao som parecidos, é comum que muitos confundam-se na hora de escrever palavras que têm algum parônimo.

A diferença entre os parônimos e os homônimos é que, no caso dos termos homônimos, a pronúncia, a escrita ou ambos serão iguais em determinado momento. Os parônimos, por sua vez, se assemelham apenas na escrita e na pronúncia, porém nunca são exatamente idênticos.

Exemplos de Palavras Parônimas

  • Apóstrofe (figura de linguagem) e apóstrofo (sinal gráfico);
  • Aferir (avaliar) e auferir (obter);
  • Absolver (perdoar) e absorver (aspirar);
  • Aprender (tomar conhecimento) e apreender (capturar);
  • Arrear (pôr arreios) e arriar (abaixar);
  • Bebedor (aquele que bebe) e bebedouro (local onde se bebe);
  • Calção (peça de vestuário, bermuda) e caução (garantia ou penhor);
  • Câmara (aparelho que capta e reproduz imagens, recinto fechado ou assembleias deliberativas) e câmera (aparelho óptico);
  • Coro (música) e couro (pele animal);
  • Comprimento (extensão) e cumprimento (saudação);
  • Cavaleiro (que cavalga) e cavalheiro (homem gentil);
  • Precedente (que vem antes) e procedente (proveniente de; que possui fundamento);
  • Descrição (ato de descrever) e discrição (prudência);
  • Despensa (local onde se guardam alimentos) e dispensa (ato de dispensar);
  • Delatar (denunciar) e dilatar (alargar);
  • Deferir (atender) e diferir (distinguir-se, divergir);
  • Dirigente (pessoa que dirige, gere) e diligente (expedito, aplicado);
  • Discriminar (segregar, diferenciar) e descriminar (inocentar, descriminalizar);
  • Docente (relativo a professores) e discente (relativo a alunos);
  • Emigrar (deixar um país) e imigrar (entrar num país);
  • Eminente (elevado); e iminente (prestes a ocorrer);
  • Estofar (colocar estofo) e estufar (refogar);
  • Esbaforido (ofegante, apressado) e espavorido (apavorado);
  • Fluir (transcorrer, decorrer) e fruir (desfrutar);
  • Fluvial (relativo a rio) e pluvial (relativo a chuva);
  • Flagrante (evidente) e fragrante (perfumado);
  • Fusível (aquilo que funde) e fuzil (arma de fogo);
  • Imergir (afundar) e emergir (vir à tona);
  • Imigrar (entrada num novo país) e emigrar (saída do seu país);
  • Iminente (imediato) e eminente (alto, superior);
  • Inflação (alta dos preços) e infração (violação);
  • Infligir (aplicar) e infringir (transgredir);
  • Mandado (ordem judicial) e mandato (procuração);
  • Osso (parte do corpo) e ouço (verbo ouvir).
  • Precedente (que vem antes) e procedente (proveniente de; que possui fundamento);
  • Peão (aquele que anda a pé, domador de cavalos) e pião (brinquedo);
  • Pleito (demanda, disputa) e preito (homenagem, dependência);
  • Recrear (divertir) e recriar (criar novamente);
  • Ratificar (confirmar) e retificar (corrigir);
  • Soar (produzir som) e suar (transpirar);
  • Sortir (abastecer, misturar) e surtir (produzir efeito);
  • Tráfego (trânsito) e tráfico (comércio ilegal);
  • Vadear (atravessar a vau) e vadiar (andar ociosamente);
  • Vultoso (volumoso, de grande vulto) e vultuoso (inchado);

2 thoughts on “Parônimos: Exemplos de Palavras Parônimas

  1. De assinalar que numa página que pretende ser de língua Portuguesa, na introdução quendo se tenta explicar o que são as palavras paronimas se escreve ” (…) porém cujos significados são distintos …

Comente